O presidente da associação Luz Verde do Norte, António Lima, informou que, desde o ano transacto, tem estado a procurar financiamento para apoiar as famílias na recuperação das cisternas, sobretudo com problemas de infiltração, mas, "até agora", os esforços têm sido infrutíferos.

"Temos estado a procurar parceiros  para recuperação dos reservatórios, com problema de cobertura e de infiltração, mas, infelizmente, ainda não conseguimos", avançou o líder comunitário, segundo o qual esta associação precisa mobilizar cerca de três mil contos para a recuperação das cisternas.

No Planalto Norte, onde reside perto de uma centena de famílias, as cisternas, quando chove, têm contribuído para amenizar a situação de penúria de água por que passa essa localidade.

Entretanto, espera-se que, nos primeiros três meses de 2021, o problema de água no Planalto Norte ficará resolvido com a conclusão do projecto de abastecimento de água para essa localidade, um investimento do Governo na ordem dos 70 mil contos.

JM/ZS

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.