O engenheiro Paulo Barros que falava, esta quarta-feira, na apresentação do projecto, que representa um investimento de cerca de 70 mil contos, assegurou que as obras estão "em bom ritmo" e estarão prontas para serem inauguradas no princípio do primeiro trimestre do próximo ano.

Esta notícia foi acolhida com "grande satisfação" pelas associações comunitárias do Planalto Norte, segundo as quais está-se perante "um dos grande sonhos" dessa comunidade, onde residem cerca de 600 pessoas que enfrentam a escassez de água para consumo.

O presidente da associação Luz Verde do Norte, António Lima, manifestou a sua "grande satisfação" pelo facto de o projecto, "um dos grandes sonhos" do Planalto Norte, estar a ser implementado.

Para o líder da associação Tope de Coroa, Otelindo Ferreira, trata-se de um projecto que esse planalto "recebe com muito agrado" já que "vai dar mais vida" à localidade que enfrenta uma situação de penúria de água.

O presidente da câmara do Porto Novo, Aníbal Fonseca, regozijou-se, também, com o arranque do projecto que vai permitir à edilidade, dentro de alguns meses, resolver o problema de água no Planalto Norte.

JM/HF

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.