A modernização do porto do Maio, cujo concurso público foi lançado no mês de setembro, segundo o Governo, tem o objetivo de melhorar a acessibilidade no porto e o novo sistema de transportes marítimos inter- ilhas.

A ilha do Maio será também contemplada no quadro do OE 2019 com investimentos na área de requalificação urbana, melhoria de acessibilidades, água e saneamento, habitação, entre outros, na ordem de 145 milhões de escudos.

Em 2019, Maio vai receber também investimentos em cerca de 140 milhões de escudos para empresas com especial enfoque para a Sociedade de Desenvolvimento Turístico das ilhas da Boa Vista e Maio (SDTIBM) que vai alocar 103 milhões para o projeto de requalificação da Ribeira de Fontona, na cidade de Porto Inglês.

A ilha vai receber ainda verbas do Fundo de Financiamento Municipal e de outros fundos na ordem de 102 milhões de escudos.

Já a Boa Vista será contemplada com 2.227 milhões de escudos, especialmente a Sociedade de Desenvolvimento Turístico das ilhas da Boa Vista e Maio (SDTIBM), que serão canalizados para as obras da via estruturante do aeroporto para a Povoação Velha, para infraestruturas em lotes de Santa Mónica e Zona de Desenvolvimento Turístico (ZDTI) de Chaves, sul centro e norte.

Haverá ainda pacotes de 1.016 milhões de escudos para empresas públicas como ASA e Enapor, 251 milhões de escudos para programas de requalificação urbana e acessibilidades e ainda 322 milhões dos fundos de Financiamento Municipal, Ambiente, taxas Turística e Rodoviária.

CD/FP