“Planalto Norte começa a ficar desanimado. Se a chuva demorar mais tempo, a nossa esperança acabará de vez”, avançou o agricultor Manuel Lima, que adiantou que a zona, para “complicar ainda mais” a situação dos camponeses, está a ser afectada pela lagarta do cartuxo do milho.

Este agricultor, que é também delegado municipal no Planalto Norte, informou que mesmo o pasto já começou a ressentir-se da falta de chuva para a preocupação dos criadores e gado.

Manuel Lima confirmou que os técnicos do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) têm-se deslocado ao Planalto Norte a combater essa praga.

Também, na zona Sul, os agricultores resolveram suspender a actividade agrícola perante a demora na queda de mais precipitações.

Em Lagoa do Planalto Leste ainda não há o problema de pragas, mas os camponeses começam a ficar “desalentados” com a demora na queda de mais chuva.

“O milho está a aguentar ainda, mas já precisa, e muito, de mais chuva, sob pena de se perder tudo”, explicou Manuel Pinto, representante dos agricultores, que adiantou que “o problema de praga ainda não é uma preocupação” em Lagoa do Planalto Leste.

Em Ribeira dos Bodes, onde já existe a praga de gafanhotos, as plantações de sequeiro estão “praticamente perdidas”,  segundo o porta-voz dos agricultores, Jailson Monteiro, que avançou que apenas nos “cabeços” dessa localidade o milho está a conseguir ainda aguentar.

Em Ribeira das Patas, o representante da associação de desenvolvimento dessa zona, Arlindo Delgado, informou que “o milho já está perdido”, para a “tristeza” dos agricultores.

Os técnicos do MAA têm estado, há uma semana, a combater as pragas, com destaque para o gafanhoto e lagarta do cartuxo do milho em algumas localidades.

Hoje os técnicos vão estar em Ribeira dos Bodes, onde já surgiu um foco de gafanhotos.

Assim, já se vive o espectro de mais um mau ano agrícola no concelho do Porto Novo, onde já se prepara mais um plano de mitigação dos efeitos da seca, que pode rondar os 37 mil contos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.