Em conversa com a Inforpress, a vice-presidente Sílvia Tavares assegurou que o evento superou a expectativa, tendo em conta que, este ano, houve uma adesão superior em relação à primeira edição, além disso contaram com a participação e engajamento de mais artistas e mesmo da população da vila da Calheta, que, na sua opinião, já sentem que este evento também serve para promover aquela urbe.

Segundo aquela representante, este evento pode ser um marco cultural e turístico para a ilha, para tal afiançou que durante o ano pretendem realizar várias actividades, desde formação, capacitação tanto para as peixeiras como para as pessoas que confeccionam pratos a base de moreia, de modo a poderem apresentar cada vez mais um melhor produto.

“Sentimo-nos gratificantes e com dever cumprido por mais esta edição, devido à boa participação do público, pelo que vamos tudo fazer para que no próximo ano seja ainda melhor e quiçá com a participação de mais pessoas vindas da cidade da Praia, aqui tão perto” enfatizou.

Por seu lado, o munícipe Antonito Delgado também alinhou pelo mesmo diapasão, considerando que este ano o evento superou a expectativa. Disse ainda que a população da vila da Calheta também sabe receber as pessoas, todavia chamou atenção à edilidade para englobar mais actividades desportivas também relacionadas com o mar, de modo a poder transformar este evento num marco regional e nacional.

“Este ano, para mim, foi espectacular. O que mais destacou foi o civismo e para mim o que precisa é ter mais participação dos artistas locais e com o engajamento ainda mais das pessoas da vila da Calheta para valorizarem cada vez mais esta vila e a sua riqueza, por ser aquela que tem mais artistas em todos os aspectos, melhor moreia, mais pescadores em fim um pouco de tudo”, sublinhou.

Por outro lado, Luzita Martins, que pela primeira vez participou neste evento com uma quantidade considerável de moreia, manifestou a sua satisfação pela realização do festival que, na sua opinião, está a valorizar cada vez mais a moreia e todos os pratos confeccionados a base daquele peixe e ao mesmo tempo está a dinamizar a vila da Calheta, tendo em conta que estiveram presente cerca de 2 mil pessoas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.