Gilberto Silva fez este anúncio à imprensa, após ter recibo na tarde desta quinta-feira o embaixador do Japão em Cabo Verde, Tatsuo Arai.

O governante disse que foram abordados temas que se relacionam com a cooperação entre os dois países, relembrando que o Japão é um parceiro de desenvolvimento de Cabo Verde desde 1978.

“Nós temos vários projectos de cooperação, seja no domínio da mobilização e distribuição da água, mas também no tocante a ajuda alimentar”, indicou.

O ministro informou que foi feito hoje um comité de pilotagem, chamado KR17, que inclui vários projectos decorrentes da ajuda alimentar, referindo que com isso, o arquipélago vai formular outros projetos no domínio da agricultura para serem financiados pelo Japão.

“Isto incluirá irrigação, mobilização de mais água, a temática da formação no domínio da segurança alimentar e nutricional, questão da contingentação de animais, para uma melhor situação de gestão dos recursos forrageiros, dentro da nossa agenda de resiliência”, explicou.

Por sua vez, o embaixador do Japão em Cabo Verde, Tatsuo Arai, disse que a visita se centrou na discussão para reforçar a parceria dos dois países, com destaque para a área de agricultura, água, pecuária e outras.

Ajuntou que o Japão vai dar continuidade ao processo de desenvolvimento de abastecimento de água, considerando “ser de grande importância para a área agrícola”.

Destacou ainda o sector da segurança alimentar, “muito importante para assegurar” o fornecimento de alimentos a Cabo Verde, além de outros projectos que irão ser priorizados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.