Em declarações à Inforpress, o director-geral do Trabalho, José Maria Carvalho Furtado, adiantou que a iniciativa visa celebrar o Dia Internacional do Trabalho, que se assinala a 01 de Maio.

Segundo este responsável, a ideia é fazer com que os trabalhadores, associações sindicais entidades empregadoras, estudantes e sociedade em geral tenham mais informações sobre a necessidade do cumprimento das legislações laborais, e o conhecimento técnico-jurídico relacionado com os mais relevantes instrumentos jurídicos existentes ao nível do direito laboral no país.

José Maria Carvalho Furtado mostrou-se consciente de que é preciso fazer muito mais para que os trabalhadores tenham conhecimento sobre os direitos laborais.

Para tal, assegurou que a DGT está a trabalhar no plano de actividade com várias acções direccionadas para as empresas, locais de maior concentração da classe trabalhadora para difundir os institutos jurídicos e fazer com que haja maior conhecimento e apropriação em termos práticos.

“Em termos da legislação temos muita produção, mas no âmbito laboral é preciso fazer mais, e passa por difundir e divulgá-la para que as pessoas e a sociedade em geral tenham conhecimento”, referiu.

Para hoje a tarde, está prevista a realização de uma palestra sobre “os regimes jurídicos do trabalho temporário e do teletrabalho”, com o intuito de “socializar” esses dois instrumentos legais junto das associações, entidades empregadores, trabalhadores, académicos e organização não-governamentais (ONG).

O Dia Internacional do Trabalhador é celebrado desde 1890 e simboliza a luta da classe operária para construir sua identidade combativa, para garantir seus direitos já adquiridos e para reivindicar melhorias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.