O presidente do Conselho da Administração da Águabrava, Jorge Nogueira, avançou a Inforpress que a decisão de restabelecimento no fornecimento de água vai permitir às famílias disporem de água domiciliária e desta forma poderem seguir as regras básicas higiénicas, uma das formas de prevenir a transmissão do novo coronavírus (Covid-19).

O administrador/delegado da empresa já tinha anunciado a suspensão da campanha de corte no abastecimento de água por falta de pagamento, mas agora a empresa avançou que além dessa medida a empresa vai proceder a religação de água às pessoas que já tinham sido abrangidas anteriormente pela suspensão no fornecimento de água.

Jorge Nogueira, que na qualidade de presidente da Câmara Municipal de São Filipe foi abordado na manhã de hoje pelas vendedeiras do mercado municipal ao circular nas proximidades, assegurou à Inforpress que outras medidas estão em curso, na sequência das orientações e medidas avançadas pelo Governo há dois dias.

Este disse que o município dispõe de cadastro social único e que além das 118 pessoas inicialmente beneficiadas, no quadro das medidas, o número foi elevado para 400 pessoas, sublinhando que a autarquia está a ultimar os preparativos para a distribuição de cestas básicas aos idosos e as famílias de extrema pobreza através de rendimento de inclusão.

Jorge Nogueira informou os utentes do mercado que a câmara já enviou uma lista de vendedores ambulantes e que devem beneficiar do subsidio durante o período que ficam proibidos de vender nas ruas, assim como as do mercado, prometendo que na segunda-feira, 30, passará neste espaço para informação mais detalhada sobre o processo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.