Segundo o presidente da Citi-Habitat, Jacinto Santos, o estudo, realizado com o financiamento do Fórum Global de Economia Social, com sede em Seoul, abrangeu um total de 73 organizações da economia social e solidária da Cidade da Praia.

Conforme indicou esta é a primeira vez que se está a fazer um estudo sobre a dinâmica da economia social e solidária de âmbito municipal.

“O objetivo é contribuir para que o município da Praia possa promover uma política de promoção e desenvolvimento da economia social e solidária no âmbito da promoção das cidades sustentáveis inclusivas, seguindo as declarações e conclusões do Habitat III, da Declaração do Quito, em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, esclareceu.

Jacinto Santos lembrou que os ODS preveem o desenvolvimento local, ou seja, a territorialização do desenvolvimento, valorizando tudo que seja as atividades das pessoas a nível das suas atividades, a estruturação do setor informal da economia, e olhando a economia social e solidária como um vetor de promoção do desenvolvimento urbano inclusivo e sustentável.

O seminário terá lugar na Assembleia Nacional e vai contar com a participação das organizações que participaram do inquérito e os parceiros, nomeadamente as Nações Unidas, o município da Praia e as universidades.