Óscar Santos fez este anúncio à imprensa, à margem de uma visita realizada às obras de requalificação do Bairro Craveiro Lopes e outros pontos da capital, acompanhado pelo ministro de Estado, Fernando Elísio Freire.

Na ocasião, explicou que o projecto é financiado pela União Europeia e será um teste que, avançou, dependente dos resultados obtidos poderão ser mobilizados mais financiamento para instalação em outros bairros da Cidade da Praia.

“Os kits vão ser instalados na casa das pessoas e se tiverem bons resultados vamos procurar financiamento e tornar essa cidade mais dependente da energia solar”, disse.

O autarca fez referência às várias obras que estão em curso, que “juntos atingem os 100 mil contos” de investimentos, “projectos estruturantes para modernizar” a capital do País.

Explicou também que as obras no mercado do Coco estão “em bom ritmo”, mas para além da sua conclusão será necessário um processo ainda “mais complicado”, que é mudança dos comerciantes para o local.

“Isso implica uma mudança completa de hábitos, será necessário cerca de dois meses de sensibilização, isso porque  a venda será diferente e com outra organização”, reiterou.

Por sua vez, o ministro de Estado, do Conselho de Ministros e do Desporto, Fernando Elísio Freire, classificou a requalificação no Bairro Craveiro Lopes de “extraordinária”, resultado de uma parceria entre os poderes local e central.

“Temos estado a participar na requalificação de vários bairros na cidade e um pouco por todo o País”, atestou, salientando que se trata de uma oportunidade para igualar a oportunidade a todos os bairros e torná-los “mais aprazíveis”.

As obras no Bairro Craveiro Lopes estão orçadas em 55 mil contos, no âmbito do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRAA), e segundo o presidente da câmara da Praia deverão estar concluídas em finais de Novembro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.