O índice atingiu os 4.774 pontos, uma valorização de 18%, face aos valores de há um mês. A maior parte deste aumento registou-se em julho – quase 15%.

Desde o início do ano, a subida do índice foi de 15%, pelo que a subida nas últimas semanas apagou as perdas registadas no primeiro trimestre, devido à pandemia do novo coronavírus, sobretudo em março, quando afundou 16%.

Os investidores animaram-se após injeções de liquidez do banco central da China e à medida que o surto de covid-19 no país foi controlado.

A China foi o primeiro país a impor medidas de confinamento, em janeiro passado, mas também a primeira grande economia a recuperar a atividade económica.

O setor de tecnologia registou os maiores ganhos, até à data.

O índice CSI 300 atingiu o pico histórico em junho de 2015 histórico, alcançando os 5.335,12 pontos, ou 11,8% superior ao nível em que encerrou hoje. No entanto, as cotações chinesas registaram um ‘crash’ logo a seguir e, em pouco mais de três meses, o índice perdeu quase 40% do valor.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.