Segundo Thabiso Leshoai, o acordo prolongará efetivamente a rede de rotas da companhia do Botsuana através de escalas em Joanesburgo para sete destinos da companhia aérea LAM, incluindo um número de cidades comerciais e estâncias balneares.

"Estes destinos incluem Maputo, Beira, Vilanculos, Pemba, Tete, Nampula e Inhambane (em Moçambique)", afirmou Leshoai, acrescentando também que o acordo permitirá um único check-in "desde Gaborone, Maun e Francistown até aos destinos em Moçambique".

Leshoai afirmou ainda que o acordo permite também o "mesmo acordo reciproco para os passageiras que viajam desde moçambique, que poderão reservar e comprar bilhetes" nos voos da Air Botswana com destino a Gaborone, Maun e Francistown.