Quatro jogadores da selecção sub18 de São Tomé e Príncipe, que desapareceram na semana passada, na zona da Grande Lisboa, já regressaram, mas três continuam em paradeiro desconhecido.

A informação foi confirmada à RFI pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que adianta que as buscas estão a ser coordenadas pela delegação do SEF de Cascais, onde os jovens foram vistos pela última vez.

Os atletas são todos maiores de idade e faziam parte de um grupo de sete que saiu do hotel, onde a equipa estava concentrada, em Cascais, na passada quarta-feira.

O objectivo da saída terá sido o de visitar familiares, mas só quatro regressaram e apenas no dia seguinte, quando a polícia já tinha sido alertada.

De acordo com fonte oficial, esses quatro jogadores foram conduzidos pelo SEF até à porta do avião que os levou de regresso a São Tomé, logo na sexta-feira à noite.

Os últimos três continuam sem dar notícias e a ser procurados pelas autoridades portuguesas.

A selecção de futebol sub-18 de São Tomé e Príncipe esteve em Portugal num curto estágio de três dias que terminou  com a equipa são tomense a ser derrotada por 7-0 pela congénere portuguesa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.