A partida começou muito competitiva, com os salenses a procurar a sua primeira vitória neste inter-ilhas, enquanto Santo Antão aspirava conquistar mais três pontos e, desta forma, alcançar as meias-finais.

Entretanto, foi a equipa salense quem teve mais oportunidades de golo nos primeiros 45 minutos de jogo. Valdo, o guardião de Santo Antão, teve, inclusive que se aplicar para defender duas bolas enviadas com muito perigo à sua baliza.

Santo Antão, por seu turno, foi a equipa que entrou melhor na segunda-parte, tendo chegado ao golo aos 11 minutos do segundo tempo. Na marcação de um livre directo, Oceano mandou a bola para dentro da baliza de Victor, que, inclusive, tocou na bola, mas não foi suficiente para parar o esférico.

Momentos depois, a equipa do Sal viu-se reduzida a dez jogadores. O lateral esquerdo Dery viu o vermelho directo após o árbitro entender que este terá agredido um adversário, o Cholote.

O segundo golo de Santo Antão chegou, aos 35 minutos da segunda parte, também pelos pés de Oceano, que à entrada da grande área adversária, atirou para fora do alcance do guarda-redes. Foi assim o terceiro golo deste jogador nesta edição da Taça Independência.

Com esta vitória, a equipa da “ilha das montanhas” soma nove pontos, em três partidas disputadas, e consegue o apuramento para as meias-finais da Taça Independência.

Reagindo ao jogo, o treinador de Santo Antão, Palela, mostrou-se satisfeito com a vitória. Ressaltou ainda que a equipa sabia que ia ter um jogo difícil contra o Sal. Agora, disse é descansar, preparar para as meias-finais, já de olhos na final.

Por seu turno, o treinador adjunto do Sal, Kiki, reconheceu que já é quase impossível chegar à próxima fase. Já olhando para o último jogo que falta contra São Nicolau, afirmou, o “objectivo é dignificar Sal até o final”.

As selecções do Fogo e de São Nicolau jogam também hoje, no Estádio Orlando Rodrigues, em Tarrafal de São Nicolau, o outro jogo deste grupo, numa jornada em que Brava fica isenta.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.