A empreitada, co-financiada pelo Governo, inclui nessa primeira fase, a vedação de todo o espaço, terraplanagem e colocação da relva sintética.

No entanto, o vereador da Juventude, Cultura e Desporto, Euclides Silva, avançou à Inforpress que numa segunda fase, prevista para os próximos tempos, serão incluídos balneários e bancada, nessa infra-estrutura desportiva há muito tempo reivindicada pelos desportistas salvadorenhos.

A edilidade informa que a visita técnica obrigatória ao local da obra pelas empresas concorrentes já foi realizada, lembra que as propostas deverão ser entregues até 05 de Março de 2020 e que o prazo de execução da empreitada não deve ultrapassar três meses.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.