Na nota que circulava nas redes sociais, a União Desportiva de Santo Crucifixo considerava o Rosariense como “inimiga” e cortava relações com o clube de Nossa Senhora do Rosário nos próximos cinco anos.

Confrontado pela Inforpress, Armindo Luz disse estar “surpreso” com tal nota, a que repudiou, dizendo que “a página do clube União Desportiva de Santo Crucifixo foi ‘hackeada’”.

Aquele dirigente desportivo acentuou que se trata de uma situação “esquisita” e garantiu que não querem “alimentar” polémica.

Armindo Luz fez publicar uma nota no facebook em que a UD Santo Crucifixo informa que “a sua página no facebook foi ‘hackeada’, pelo que não se revê na publicação que se encontra a circular no facebook”.

“Reiteramos a nossa firme convicção de que o Rosariense Clube da Ribeira Grande é nosso adversário, mas nunca nosso inimigo, sendo que todos estão vinculados à nobre missão de serviço público e ao desporto”, diz a nota de reacção divulgada pelo Santo Crucifixo, no qual o clube pede desculpas públicas ao dirigente Rui Costa Silva, atacado no documento repudiado por Armindo Luz.

“O desporto é festa e é assim que queremos estar em relação a qualquer adversário”, garantiu Armindo Luz, em declarações à Inforpress.

O presidente do Rosariense Clube da Ribeira Grande, Orlando Jesus Delgado disse que não tem “nada a declarar” sobre o assunto.

LFS/ZS

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.