Na sua quarta partida na arena de Santa Maria, a selecção masculina, constituída por Fidel Mendonça, Ailton, Anderson e Kenedy, conquistou a sua segunda e consecutiva vitória, num jogo dominado pelos crioulos, do início ao fim.

Esta foi, sem dúvida, o melhor jogo do combinado cabo-verdiano nesta modalidade, pelo que o seleccionador, Emanuel “Mané” Trovoada, regozijado, garantiu que “em casa manda Cabo Verde”, lamentando, entretanto, a forma com a selecção feminina deixou perder as meias-finais, quando teve o jogo praticamente na mão.

Ainda assim, considerou que “a força das meninas”, cuja selecção é constituída por Denise Fonseca, Jade Leitão, Ayline e Zizi, foi um grande impulsionador para esta qualificação.

Frisou que a selecção masculina reviu no que aconteceu nas meninas (derrota 8-9 para Namíbia) e que todos juntos uniram as mãos” para dar esta vitória à equipa feminina “que elas também deviam ter passados”.

Cumprida a primeira missão, Mané reforçou a ideia em como Cabo Verde veio esta competição para ganhar o título, afirmando que o arquipélago “está vivo” e que quer vencer em casa “as duas finais, seja quem for o adversário, com inteligência”, argumentando que a equipa nacional continua focada nos planos traçados.

“A taça é nossa. Viemos aqui para vencer. Estamos a aprender, ainda somos novos nesses jogos, esta é a participação e para muitas das meninas é a primeira. Vamos lutar para oferecer mais um título ao povo de Cabo Verde”, ressaltou o timoneiro das ilhas.

Cabo Verde juntou-se ao Mali (eliminou Djibuti, 22-6) como as duas primeiras equipas qualificadas para a semifinal e aguardam pelo resultado desta tarde (Costa do Marfim x Togo e Argélia x Gana) para conhecer o quadro completo das equipas qualificadas para as meias-finais.

Já em femininos, as equipas nacionais do Togo (eliminou Botswana) e Namíbia alcançaram as meias-finais, sendo que o quadro da próxima etapa fica completo esta tarde, após os embates Nigéria x Tunísia e Mali x Argélia.

Cabo Verde já soma nove medalhas, das quais duas de ouro (futebol freestyle rotinas e futebol feminino) duas de prata (andebol feminino e futebol freestyle batalha) e cinco de bronze (karaté feminino e por equipas, ténis pares femininos e pares misto e kiteboarding.

A I edição dos Jogos Africanos de Praia, que decorre em Santa Maria, na ilha do Sal, completa hoje o penúltimo e nono dia de competições.

A prova é realizada sob a égide da Associação de Comité Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA) e contempla 11 modalidades ligadas ao mar, nomeadamente atletismo, basquetebol 3×3, andebol de praia, ténis de praia, futebol de praia, remo no mar, futebol freestyle, karaté katá, kitesurf, e natação em águas abertas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.