Em mais uma partida de futebol presenciada por uma eufórica moldura humana, Cabo Verde entrou forte, tendo vencido o primeiro período por 2-0, o segundo por 9-0, para, entretanto, perder o terceiro e último período por 2-3.

Com este triunfo, a selecção de Cabo Verde junta-se a Marrocos na liderança do Grupo A, com vitórias nas duas partidas, ao passo que Argélia e Guiné Equatorial contam derrotas em ambos os jogos.

O seleccionador de Cabo Verde destacou a importância deste triunfo, por considerar que a equipa voltou a reconfirmar a sua candidatura ao título, afirmando, mesmo, que o colectivo cabo-verdiano está capacitado e mentalizado para o jogo desta sexta-feira, frente a Marrocos.

Pulídio Brito “Pu” disse que Cabo Verde está consciente que vai ter pela frente uma “grande equipa, bem entrosada”, mas que o colectivo crioulo está preparado para contrariar as estratégias da equipa do Magrebe para “levar água ao seu moinho”.

Em relação aos jogos do Grupo B, a equipa nacional da Nigéria aplicou uma goleada “expressiva” de 29-02, enquanto Senegal, fortemente apoiada pela sua claque, goleou o Quénia por 11-0.

A terceira jornada disputa-se esta sexta-feira, com a selecção de Cabo Verde a jogar a liderança do Grupo A com a equipa nacional de Marrocos, ao passo que a Argélia tem pela frente a similar da Guiné Equatorial.

Para a Poule B, Quénia recebe Djibuti, ao passo que Senegal joga o comando do grupo com a Nigéria.

A 1ª edição dos Jogos Africanos de Praia, que decorre em Santa Maria, na ilha do Sal, completa hoje o sétimo dia de competições.

A prova é realizada sob a égide da Associação de Comité Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA) e contempla 11 modalidades ligadas ao mar, nomeadamente atletismo, basquetebol 3×3, andebol de praia, ténis de praia, futebol de praia, remo no mar, futebol freestyle, karaté kata, kitesurf, e natação em águas abertas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.