A declaração foi produzida à Inforpress pelo responsável à saída de um encontro que manteve com o embaixador de São Tomé e Príncipe em Cabo Verde, Carlos Pires.

Na ocasião, o presidente dos Travadores explicou que a visita aconteceu no sentido de solicitar ao diplomata santomense a criação de uma ponte para que o clube possa assinar protocolos com equipas encarnadas de São Tomé e Príncipe.

“A nossa ideia é tentar aproveitar do desporto e da cultura para confraternizar com as equipas vermelhas santomenses”, explicou, sublinhando também o reforço dos laços de amizade que existem entre os dois povos.

Segundo disse, uma dos objectivos do mandato desta direcção é levar a marca travadores para fora do país, na perspectiva do crescimento do clube a níveis mais elevados.

No âmbito desportivo, revelou que a instituição fez uma “grande aposta” na equipa técnica, contratando “excelentes técnicos e os melhores jogadores do país”, tendo no horizonte a ambição de conquistar “todos os títulos” que os Travadores irão disputar durante a época desportiva.

A nova direcção dos Travadores, liderada por Abel Mendonça, que tomou posse no passado mês de Junho, aposta no saneamento financeiro, na internacionalização do clube e criação de uma equipa competitiva.

O Clube Desportivo Travadores foi fundado a 15 de Outubro de 1930 e conta no seu palmarés, quatro títulos nacionais (1972, 1974, 1994, 1996), oito campeonatos de Santiago e um de Santiago Sul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.