Rubricado entre o Instituto Português do Desporto e da Juventude de Portugal (IPDJ) e a Direcção-Geral dos Desportos de Cabo Verde, o memorando estabelece o plano anual de actividades para 2019, enquanto contributo para uma nova visão e perspectiva actual do desenvolvimento do desporto, mediante a anuência do ministro do desporto cabo-verdiano, Fernando Elísio Freire.

Fernando Elísio Freire classificou a visita do secretário de estado português do Desporto como sendo “extremamente importante para Cabo Verde”, porquanto vai ajudar o país a “materializar a sua visão e vontade politica genuína no campo das relações estratégicas e de amizade entre os dois países”, de modo a fazer do desporto e da juventude activos importantes para a construção do desenvolvimento do país.

O governante disse que actualmente o desporto é visto como um factor para o desenvolvimento do país e que está a contribuir para a afirmação de Cabo Verde no mundo e, acima de tudo, como um factor para a coesão e a unidade do povo cabo-verdiano e de todo o espaço da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP).

Reafirmou a vontade do Governo cabo-verdiano em continuar a trabalhar para reforçar a mobilidade dos desportistas, artistas, e das pessoas, no quadro da CPLP, enquanto espaço dos cidadãos.

A formalização do acto fez com que o secretário de Estado da Juventude e Desporto de Portugal, João Rebelo, deslocasse a Cabo Verde para, durante dois dias, proceder-se à reconcentração da cooperação bilateral entre os dois países, particularmente nas áreas do desporto e da juventude, com destaque para o processo de instalação do Instituto do Desporto e da Juventude em Cabo Verde.

Esta visita teve ainda o propósito de analisar o processo da criação do modelo de financiamento de projectos das associações juvenis e no fomento à formação e capacitação de dirigentes juvenis, tendo em conta a “vasta experiência” do Portugal neste domínio.

O governante português considerou que este memorando permite aos dois países reforçar e solidificar, cada vez mais, a relação de proximidade que une Portugal e Cabo Verde, “unidos no quadro de uma comunidade politica da CPLP, da Língua Portuguesa”, e mostrou a “sua satisfação pelo renovar do impulso que já existe nesta comunidade há vários anos”.

Rebelo fez questão de explicar que as áreas da juventude e do desporto vêm sendo promovidas no quadro do estabelecimento de laços de amizades e de proximidades dos países da CPLP, de há muito à esta parte, com particularidade para os Jogos da CPLP e da Bienal dos Jovens Criadores desta comunidade lusófona.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.