O técnico explica que falta apenas concluir “alguns detalhes” do projecto para que as obras sejam lançadas, o que deve acontecer até Dezembro, informando que se trata de uma obra prevista no plano de investimentos da Câmara Municipal do Porto Novo, para 2019.

Segundo o plano de reinvestimentos municipais, a que a Inforpresss teve acesso, a edilidade portonovense prevê, para o ano em curso, investir nessa obra cerca de 40 mil contos, montante a ser disponibilizado pelo Governo de Cabo Verde.

Santo Antão, cujos praticantes dos desportos de salão têm estado a reclamar a falta de um polidesportivo coberto, contará, em 2020, com dois pavilhões cobertos, já que já se iniciou o processo com vista à construção de uma infra-estrutura do tipo, também, em Ribeira Grande.

No município do Porto Novo, onde os investimentos, ao longo deste ano, no desporto podem ultrapassar os 97 mil contos, está garantida, igualmente, a construção de três placas desportivas em Lagoa da Ribeira das Patas, Planalto Leste e Ribeira Fria, além da recuperação do polivalente em Lombo Figueira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.