Do universo dos 60 inscritos, de acordo com a organização, 27 partiram para esta competição, sendo 22 masculinos e cinco femininos, com a particularidade de todos terem cortado a meta, na baía do Tarrafal de Santiago.

O senegalês Ousseynou Gueye venceu a prova masculina com o tempo de 35 minutos e 40 segundos, seguido do espanhol Jose I Perez (35’40”), ao passo que o cabo-verdiano Roben dos Santos, da Calheta de São Miguel, completou o pódio ao classificar-se no terceiro posto com o tempo de 36’07”.

Já na prova feminina, a nadadora suíça Salsa Alakari gastou 39’27” para vencer a prova, relegando a brasileira Silmara Higa (41’02”) para o segundo plano e a cabo-verdiana Erica Soares, do Tarrafal de Santiago (41’03”), para o terceiro posto.

Iniciativa do “Tarrafal Swim”, o São Silvestre do Tarrafal em Natação, de acordo com o seu mentor Emanuel Charles d’Oliveira “Monaya” já vai na sua 13ª edição, de forma a projectar, “com originalidade, algumas das maiores potencialidades do concelho, a praia e a baía, a actividade balnear e o desporto aquático”.

Tarrafal Swim organiza este evento, único do país, também, com a finalidade de promover a natação de competição e o turismo desportivo em Santiago, já que a prova “vem crescendo e desde alguns anos passou a ser de índole internacional, com participantes vindos de vários países”.