De acordo com uma nota de imprensa da autarquia, os trabalhos incidem sobre a construção da tribuna, betonagem da segunda bancada, colocação dos assentos nas duas bancadas, bem como acabamentos do exterior e interior, onde ficarão compartimentos como ginásio, balneários, sala de imprensa, sala médica, administração, entre outros.

Com esses trabalhos, que vão contar com 40 mil contos provenientes das receitas municipais, a edilidade prevê que a infra-estrutura “moderna vai moralizar a prática desportiva na ilha”.

De realçar que além do estádio, a autarquia maiense assume o compromisso de ainda no decorrer no actual mandato avançar com as obras de construção de dois campos de treino relvados nas vilas de Barreiro e da Calheta.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.