O atleta cabo-verdiano mostrou-se feliz por mais esta vitória, por ter conquistado o título com as cores de Cabo Verde, logo no ano em que regressou à competição sob a bandeira cabo-verdiana, já que em anos anteriores competia pela Itália.

Cazzolino representou Cabo Verde nesta competição mundial que se iniciara em Fevereiro no Circuito de Ponta Preta, na ilha do Sal, onde tinha perdido a final da I etapa para o também cabo-verdiano, Mitú Monteiro.

Nesta final do Ceará, Cazzolino partilhou o pódio mundial com o australiano James Crew e o francês Camil.

Mitú Monteiro, veterano nestas andanças, terminou o Campeonato do Mundo no quarto lugar.

Cabo Verde está ainda representado nesta última etapa do Mundial, que termina este sábado, por mais cinco jovens kitesurfistas, Kelton Lopes, Arsénio Dias. Élvis Nunes, Jorde Sança e Irati Fonseca (feminina).

O kitsurfista crioulo que decidiu competir pela Espanha, Matchú Lopes, campeão mundial de 2017, por seu lado, encontra-se actualmente no 30º posto.

O Mundial de Kitsurf de 2019, denominado “2019 GKA Kite World Tour Events”, foi disputada em 13  com passagem pela Ponta Preta (Sal),  Leucate (França), Dakhla (Marrocos), Sylt (Alemanha), Tarifa (Espanha), Gran Canaria (Espanha), Sotavento (Espanha), Malmo (Suécia), Ilhas Maurícias, Cumbuco (Brasil), Maui (Hawaii), Torquay (Austrália) e Ceará (Brasil),

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.