O presidente da FCF, Mário Semedo, adiantou a Inforpress que se trata de uma forma de incentivar uma modalidade que “está em crescendo”, em vários pontos do país, e que tem dado ao arquipélago um “número significativo” de futebolistas nesta disciplina.

A ilha de Santo Antão, explicou, foi escolhida como forma de prestar uma homenagem em reconhecimento ao “grande esforço” que a ilha tem vindo a fazer no desenvolvimento do futsal.

“Penso que deverá ser o mote para que a modalidade consiga marcar a sua agenda a nível do calendário desportivo do país”, realçou Mário Semedo, para quem esta prova enquadra-se, igualmente, no âmbito da política de descentralização da FCF, que tem levado “grandes acontecimentos desportivos” para diferentes pontos do arquipélago.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.