Óscar Santos fez estas declarações durante o acto de entrega de um conjunto de materiais desportivos às Escolas de Iniciação Desportivas da Praia, no âmbito das comemorações do mês do desporto.

“Nós não fazemos apenas infra-estruturas, só campos. Também damos aquilo que as escolas mais precisam que são os equipamentos, meios para treinarem”, afirmou o presidente da autarquia praiense, defendendo que investir nas crianças significa que estes terão um percurso e que, quando forem adultos, serão atletas de qualidade.

Óscar Santos defendeu igualmente a criação de mais competição entre as escolas, de forma a surgir atletas que se destacam e que sejam capazes de representar Cabo Verde.

“Daqui a 10 ou 15 anos vai se ver o resultado do trabalho feito hoje. Quando recebem todos esses equipamentos ficam mais contentes, é normal porque mais equipamento permite treinar melhor, sobretudo desporto individual”, acrescentou.

Para o presidente da câmara, o desporto individual merece “muita atenção” porque, às vezes, é muito mais barato levar dois ou três atletas para uma competição internacional do que levar uma equipa de futebol de 22 pessoas, por exemplo.

Falando em representação das escolas beneficiadas, o monitor Adilson Varela agradeceu à Câmara Municipal da Praia pelo gesto.

“É com muita alegria que estou aqui, neste momento, a representar a escola iniciação aqui na Praia. Todos sabemos que não é fácil começar a trabalhar com crianças, principalmente com crianças que passam muita dificuldade”, afirmou.

Adilson Varela manifestou ainda o desejo de ver mais figuras do desporto da Praia na Gala do Desporto de Cabo Verde. Entretanto, defendeu que para isso há que se juntar as mãos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.