Em declarações à Inforpress, Samuel Varela exprimiu a sua posição a propósito do cancelamento das competições desportivas realçando que a sua equipa está ciente da situação pela qual o mundo e o País está a viver ante à pandemia do novo coronavírus causadora dacovid-19, principalmente na ilha de Santiago.

Segundo a mesma fonte, a ilha de Santiago está a ser “mais fustigada” no país e é também a maior região desportiva do país o que torna mais complicado disputar as provas nacionais.

Entretanto, realçou que na Brava não houve sequer casos suspeitos, o que o levou a acreditar que após o levantamento do estado de emergência seriam criadas as condições para prosseguir com as provas regionais até porque faltava somente um jogo para decidir o título.

Para Samuel Varela decidir o título regional seria bom para os clubes que fizeram os seus investimentos ainda que não viesse a ter campeonato nacional e o título contasse apenas para o prestígio do historial dos clubes e a ilha teria um campeão para não ficar tudo em branco.

No entanto, informou que estão no aguardo e em permanente contacto com a Federação Cabo-verdiana de Futebol e caso a decisão for revista estão “prontos” para prosseguir com a época mesmo que fosse somente a nível regional.

Samuel Varela disse lamentar muito porque já tinham agendado algumas provas, como o sub-17 feminino, que com o andar das coisas “dificilmente” serão cumpridas.

Mesmo assim, realçou que “é necessário ser optimista” e aguardar que a situação seja controlada e ainda a tempo de revogar alguma decisão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.