O Presidente da Associação Regional de Futebol da Brava avançou hoje que a época desportiva 2019/2020 foi cancelada e, consequentemente, a ilha fica sem um campeão da modalidade.

Samuel Varela falava à Inforpress sobre os planos do futuro, explicando que já foi realizado um encontro da associação com as equipas da ilha, e que, unanimemente, ficou decidido que a época em questão não tem campeão.

Segundo este responsável, devido à situação sanitária que o País estava a viver, o Governo, através do Ministério do Desporto mandou suspender as provas, decisão esta que acataram prontamente.

Esclareceu que na altura fizeram uma carta, colocando as equipas a par da situação e informando-lhes que tinham suspendido as provas.

Entretanto, sublinhou que tinham esperança que a situação melhorasse o quanto antes para que pudessem retomar as provas, mas constataram que “não seria possível, porque a situação tem vindo a piorar”.

“É frustrante para a associação, equipas e jogadores, mas sabemos que é algo que foge do nosso controlo”, enfatizou o responsável.

Perante essa situação, Samuel Varela avançou que entenderam não ser justo atribuir um título de campeão a uma equipa, porque estavam a faltar dois jogos, o que “não deixava de ser uma incógnita de quem iria vencer”.

E, conforme disse, mesmo a equipa do Morabeza que estava a liderar a tabela não teve nenhum tipo de objecção em aceitar que, realmente, não havia campeão na ilha.

Por agora, adiantou que vão trabalhar para o próximo ano, melhorar alguns pontos que não correram muito bom na época 19/20, para que no próximo ano possam entrar com “mais força”.

À data do cancelamento do campeonato, o Morabeza liderava a tabela classificativa com 19 pontos, seguido do Sporting, com 15 pontos embora com menos um jogo, Académica, com dez pontos, Nô Pintcha, com três pontos, e do Corôa, que continuava sem pontuar.

O Governo e as federações desportivas cabo-verdianas decidiram, por unanimidade, no dia 12 de Maio do corrente ano, pelo cancelamento de todas as competições desportivas, no plano nacional e internacional, referente a temporada 2019/20, como medida de segurança sanitária na prevenção contra a covid-19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.