O agora presidente da direcção da Associação Regional de Futebol de Boa Vista (ARFBV) reafirmou os compromissos assumidos, entre eles o prioritário que é começar a época “em grande” com as equipas a competir “com força, disciplina e fair-play”.

Carlos Lima assumiu “cumprir e dignificar” as suas funções ao começar a sua caminha desportiva com 21 pessoas, esperando que venha trabalhar sempre com este mesmo número.

“Temos consciência de que assumir um compromisso do tipo às vezes acabamos por afastar um pouco, mas nós da direcção vamos fazer todo o possível para ter um grupo unido de trabalho, para que todos os órgãos estejam no campo a dar o seu contributo”, afirmou Carlos Lima, que vê nesta forma de trabalhar a maneira de conseguir fazer “um futebol e um desporto bonito”.

A nível das competições, o presidente disse ter a expectativa de trabalhar para ganhar um campeonato nacional, pois, sintetizou, “há condições para isso”, apesar de lamentar a saída de alguns futebolistas e treinadores.

Outra proposta apresentada pelo dirigente é a realização de um fórum de futebol com um educador desportivo e uma psicóloga para “falar do futebol em particular”.

O intuito, segundo explicou, que os futebolistas saibam quais os seus deveres e os seus direitos, pois, às vezes, prosseguiu, muitos jovens praticam or futebol, mas não cumprem regras como “jogar a bola com respeito e fazer-se respeitar”.

“Queremos ainda preparar o início de todas as provas, e o primeiro será a Supertaça e temos a ideia ainda de em cada competição colocar o nome de um ex-jogador, uma forma de homenagem” declarou Carlos Lima.

A aquisição de uma viatura para transporte dos jogadores, principalmente para as equipas de localidades mais afastadas de Sal Rei, é outra ambição que o presidente da ARFBV assinala como prioritária para o próximo ano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.