Na prova masculina, Gil Mendes, atleta santa-catarinense, superiorizou-se a Wilson Cabral e Admar Andrade, enquanto na feminina Edena Lima bateu Crisolita Rodrigues e Jussara Xavier.

Wilson Cabral, que venceu a corrida das Forças Armadas, no passado sábado, 18, desta feita foi superado pelo conterrâneo, que pela terceira vez consegue essa proeza numa prova nacional.

“Foi uma grande surpresa porque na minha carreira sempre fui segundo, terceiro e quarto e hoje, com muito trabalho, consegui vencer estar corrida, superando colegas que sempre corremos juntos”, disse o atleta natural de Cruz Grande, Assomada.

Gil Mendes notou, no entanto, que esta vitória significa “mais trabalho” para conseguir outros “primeiros lugares”.

Por seu turno, Edena Lima, depois de vencer o São Silvestre, Corrida da Forças Armadas e agora a Corrida ao Berço, prometeu continuar na mesma senda para conseguir ganhar as próximas competições até o final.

Quanto à competição considerou que foi mais “difícil”, uma vez que ultrapassou Crisolita Rodrigues nos últimos 200 metros da prova.

“Crisolita Rodrigues é minha irmã no desporto, ela me iniciou no atletismo e é sempre prazer correr com ela, é uma rivalidade sadia”, notou Edena Lima.

Além das provas de competição realizaram-se ainda provas dos veteranos, corrida municipal e caminhada (seis quilómetros), corrida escolar e pré-escolar e do secundário.

A IX edição da Corrida Internacional ao Berço, contemplou os vencedores, em masculino e feminino, com prémios de 50 mil escudos, sendo 25 e 10 mil escudos para o segundo e terceiro lugar respectivamente.

O presidente da câmara de Ribeira Grande de Santiago, Manuel de Pina, disse que o balanço “é positivo” devido a muita participação dos atletas e dos munícipes, o que segundo ele, demonstra que o desporto está em alta no município.

“Toda a equipa e os parceiros que apoiaram estão de parabéns e é assim que faz o desporto desenvolver em Cabo Verde”, conclui.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.