Este número é superior ao do ano passado, quando teve nove jogadores cabo-verdianos, com o destaque para Heldon Ramos “Nhuck” (Vitória de Guimarães) e Gelson Martins (Sporting), que este começam uma nova aventura.

Heldon desvinculou-se do Sporting de Portugal e assinou pelo Al Taawon, da Arábia Saudita, enquanto Gelson Martins assinou pelos espanhóis do Atlético de Madrid, após rescindir o contrato com equipa leonina portuguesa.

Dos 11 futebolistas, o mais experimentado neste campeonato é o internacional cabo-verdiano Babanco , que vai para a sua nona temporada, sendo três no Estoril Praia, um no Olhanense e vai começar a terceira temporada seguida no Feirense.

O jogador teve ainda duas épocas na segunda divisão ao serviço do Arouca e uma experiência internacional, por uma temporada, no AEL Limassol, do Chipre.

Como colega de equipa, Babanco vai ter este ano o “capitão” da selecção nacional, Marcos Soares, que regressa ao futebol português, colocando o fim numa ausência de sete anos, com passagens por Roménia, Chipre e Angola

Na segunda liga, denominada Ledman ProLiga, este numero é maior, mais quatro, ou seja, estão 15 cabo-verdianos, com o destaque para o internacional Ricardo Silva, que regressa ao Famalicão, clube que representou na época 2001/2002, no seu terceiro ano como jogador profissional.

O jogador, de 37 anos, já representou em Portugal clubes como Freamunde, Beira Mar e Vitória de Guimarães, e teve curta passagem pelo campeonato chinês, ao serviço do Shandong Luneng.

I Liga

Aves: Carlos Ponck, Kelvin

Feirense: Babanco, Marco Soares

Sporting: Nani, Jovane Cabral

Porto: Hernâni

Tondela: Hélder Tavares, Patrick

Vitória de Setúbal: Mano, Jose Semedo

II Liga

Farense: Delmiro, Nuno Borges

Estoril Praia: Thierry Graça, Diney Borges

Penafiel: Hélio Cruz

Sporting da Covilhã: Kisley

Famalicão: Ricardo Silva

Leixões: Sérgio Semedo, Kukula

Oliveirense: Félix Matthaus

Académico de Viseu: Tiago Almeida

Arouca: Ericson, Fábio Fortes

Cova da Piedade: Márcio Rosa, Ballack