Na nota, o coronel Sean Ryan adianta que os Estados Unidos começaram "o processo de retirada deliberada da Síria".

O porta-voz da coligação recusou-se a dar mais pormenores sobre a retirada, sobre o movimento de tropas por questões de segurança.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos da Grã-Bretanha, que monitoriza o conflito na Síria por meio de uma rede de ativistas no local, disse que a retirada começou na quinta-feira à noite.

De acordo com o Observatório, um comboio com cerca de 10 veículos blindados, além de alguns camiões, saiu da cidade de Rmeilan, no nordeste da Síria, em direção ao Iraque.

Os EUA têm cerca de 2.000 soldados na Síria.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.