Com estas obras, visitadas e inauguradas no fim da manhã de hoje, no Mindelo, se pode constatar, segundo o chefe do executivo, que se está a “evoluir positivamente”, com o aproveitamento deste hospital de 1899, mantendo o seu traçado, a zona histórica patrimonial e “colocando dentro reabilitação, qualificação, equipamentos e tecnologias para melhorar o serviço aos utentes sanvicentinos e cabo-verdianos de uma forma geral”.

“Nós estamos a investir fortemente neste hospital”, considerou, adiantando um investimento de 2,2 milhões de contos e que seguramente, garantiu, terá como contrapartida a “qualidade” de prestação de serviço.

Estes investimentos, conforme Ulisses Correia e Silva, vão ser “muito reprodutivos”, quer do ponto de vista social, quer do ponto de vista económico para os cabo-verdianos e para os que visitam o país.

No périplo, o primeiro-ministro e a sua comitiva visitou o Banco de Leite, Banco de Urgência de Adulto e Centro de Diálise e o espaço para um futuro ambulatório e ainda pelo meio as inaugurações aos serviços de radiologia, cuidados especiais, endoscopia e de neonatologia.

Este último serviço, o de neonatologia, que, assegurou, é “importante” para baixar ainda mais o nível da mortalidade infantil, que é um dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“As coisas estão a acontecer, é bom programar e planear bem para fazermos as melhores escolhas, escolhas que perdurem, porque são investimentos elevados”, lançou, repisando sobre o factor qualidade.

“Queremos que cada escudo aplicado em Cabo Verde, cada investimento feito, tenha reprodução social, económico e tenha reprodução estrutural, que é preciso ser feito em várias áreas no nosso país”, reforçou.

Além destas obras, Ulisses Correia e Silva, que está em São Vicente desde sexta-feira, presidiu hoje ao Conselho de Ministros e ainda a cerimónia de consignação do Centro de Terapia Ocupacional (CTO) de Ribeira de Vinha, que considerou ser “importantíssimo” para “largada de novas vidas”, particularmente para os jovens, que por vezes são atingidos pelos fenómenos de droga e do alcoolismo.

“O projecto é muito bom mesmo, uma referência que dá orgulho e significa muito para São Vicente e para Cabo Verde”, asseverou.

Durante o acto, em que participaram o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, e o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, o chefe do Governo dedicou uma “palavra especial” aos funcionários da saúde, que, considerou, têm uma “missão de entrega insubstituível”, e que se quer valorizar.

Logo mais à tarde Ulisses Correia e Silva tem programada a inauguração da estrada asfaltada Mindelo-Baía das Gatas e ainda o lançamento da obra de requalificação da orla marítima desta área balnear.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.