A embarcação, que se encontra neste momento atracado no cais de cabotagem do Porto Grande, e cujas operações foram paralisadas desde Abril, ainda, segundo Marcos Alvarez adiantou à Inforpress, não tem data para voltar a fazer viagens.

Numa conversa telefónica e com respostas de poucas palavras, o gerente e representante do sócio espanhol, com a maioria das acções, assegurou que ainda “não há novidades” e não se sabe quando poderá voltar a operar.

No entanto, conforme informações apuradas pela Inforpress em São Vicente, o navio ainda continua a fazer “algumas manutenções corriqueiras” pelos funcionários, que continuam a receber os seus salários, mesmo com o navio parado.

Mar d´Canal está paralisado desde 09 de Abril último e o único sócio da Naviera Armas em Cabo Verde, Adriano Lima, confirmou que a ordem para paralisar o navio veio da Espanha, da empresa-mãe Naviera Armas, por determinação do sócio maioritário António Armas.

Adriano Lima disse agora à Inforpress que também não sabe quando a embarcação volta a funcionar, já que ninguém lhe diz nada.

Este, detentor de 40 por cento (%) das acções da Naviera Armas Cabo Verde, avançou já ter entrado com “alguns processos” no tribunal para reafirmar a sua posição societária e que até ganhou em primeira instância, mas a parte espanhola recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça e até agora não tem “qualquer resposta”.

Na altura da paralisação Adriano Lima disse à imprensa que estava disponível para assumir o navio a 100% e salvaguardar o futuro dos cerca de 30 funcionários da companhia, em Cabo Verde, caso houvesse acordo.

O navio de transporte de passageiros e carga Mar d’Canal, com 46 anos de existência, opera em Cabo Verde há 16 anos e, neste momento, está atracado no Porto Grande.

Com capacidade para 400 pessoas, fazia diariamente duas viagens entre as ilhas de São Vicente e Santo Antão, tem uma tonelagem bruta de 1638, um comprimento de 70,9 metros por 10,65 metros e foi o primeiro navio roll on/roll off a operar no país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.