Esta é, segundo o governante, a mensagem que vai levar aos jovens mindelenses que irão participar, ao fim da tarde de hoje, no Parque do Lazareto, no Mindelo, numa conversa aberta com o tema “Ser êk te fazê ter” (ser é que faz o ter, em português), no âmbito da celebração do Dia Internacional da Juventude, que se celebra hoje.

Na mesma ocasião, Carlos Monteiro vai também dizer aos jovens que Cabo Verde necessita da sua “energia e atitude positivas” perante a vida, para que estes, sintetizou, possam celebrar a sua confiança no futuro de sucesso para eles próprios e para Cabo Verde.

“Temos confiança em Cabo Verde e os jovens estão engajados com o futuro do país”, precisou a mesma fonte, que vai presidir à conversa aberta ao lado de representantes de associações juvenis das confissões religiosas, do basquetebolista Ivan Almeida e da jovem empreendedora Rosalina Almeida.

Antes, na noite de domingo, 11, o secretário de Estado Adjunto do ministro de Estado assistiu à ponta final do Festival de Música da Baía das Gatas, encerrado na madrugada de hoje, actividade que classificou de “celebração” à cidade do Mindelo e à ilha de São Vicente e com um cartaz que celebrou a juventude.

Aliás, Carlos Monteiro viu no cartaz do certame “muita juventude”, que se encontra “na crista da onda”, e que “arrasta a multidão que é a juventude”, que, por seu lado, declarou, “correspondeu em massa” e contribuiu para o ambiente de “celebração da positividade” que os três dias proporcionaram.

A cidade do Mindelo é a primeira do país a receber a iniciativa governamental “Cidade Capital da Juventude”, criada em 2019, que visa promover a cooperação juvenil, integrada nas comemorações do Dia Internacional da Juventude.

A implementação da “Cidade Capital da Juventude”, em Cabo Verde, tem como objectivo, de acordo com os promotores, “projectar a nível nacional e internacional” cidades que se distingam pela apresentação de projectos direccionados para a juventude.

Pretende, por um lado, beneficiar as cidades que participam, ao promover uma participação mais activa dos jovens na sociedade, aumentar o reconhecimento e reputação das cidades nomeadas, e, por outro, a sua promoção, principalmente ao nível do turismo.

O Dia Internacional da Juventude foi proclamado por resolução da Assembleia Geral da ONU, em 1999, em resposta à recomendação da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, reunida em Lisboa (Portugal), de 08 a 12 de Agosto de 1998.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.