A Câmara Municipal de São Miguel, no interior de Santiago, precisa mobilizar cerca de dois mil contos para fazer face aos estragos causados pela tempestade tropical “Fred”, informou hoje o autarca João Duarte.

O edil, que falava à Inforpress, em jeito de balanço da passagem do furacão “Fred” pelo município, disse que o furação provocou alguns estragos “normais” de uma chuva, com quedas de algumas árvores que, por alguns instantes, impossibilitaram o trânsito, bem como obstrução de estradas que dão acesso a algumas localidades.

Neste sentido, João Duarte adiantou dois mil contos poderão ser suficientes para repor a normalidade dos acessos que ficaram obstruídos.

O autarca ressalvou ainda que não houve estragos maiores porque a autarquia tem feito um trabalho, juntamente com os Bombeiros, Delegacia de Saúde local e outras entidades no sentido de se prevenir para os eventuais constrangimentos desta época de chuvas.

“Temos vindo a desobstruir as vias de acesso, e, relativamente aos pontos mais críticos, onde normalmente acontecem situações de inundações, estivemos a trabalhar com máquinas, no sentido de tentar evitar os alagamentos”, frisou.

João Duarte assegurou ainda que a edilidade tem vindo a acompanhar, “com muita atenção e de perto”, o desenrolar deste ano agrícola, e que tem estado a preparar para acudir os casos de emergências típicas desta época do ano.

Inforpress