Numa altura em que se vive a pandemia da covid-19, António Maurício disse que os resultados alcançados são “bastante satisfatórios”.

“Iniciamos o ano lectivo 2019/2020 com 3.254 alunos, desde o ensino básico ao secundário, dos quais chegaram ao final 3.208.

Desses estudantes, tivemos uma taxa de aprovação de 90%, ou seja, 2.886 aprovados. Nesse quesito, podemos dizer que o balanço é positivo”, pontuou António Maurício, acrescentado que a nível do agrupamento o “resultado foi equilibrado”.

A mesma fonte contou que este ano lectivo foi “atípico”, devido à situação de pandemia, razão porque tiveram que acelerar o processo de avaliação do segundo trimestre e ficaram a aguardar aquilo que o terceiro trimestre “pudesse desenhar”.

“Infelizmente, não foi possível retomar o terceiro trimestre de forma presencial, mas rapidamente conseguimos fazer a avaliação dos alunos do segundo trimestre ainda com sucesso”, enfatizou António Maurício.

Segundo aquele responsável, as aulas do terceiro trimestre foram retomadas com o ensino à distância, mediante a produção de fichas a nível da delegação e do agrupamento, “com os professores empenhados nessa produção, fazendo com que a tiragem desse documento chegasse aos alunos de todo o concelho”, explicou António Maurício, realçando que as aulas à distância, através do projecto “Aprender a Estudar em Casa”, acabou por consolidar todo o processo de avaliação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.