O alerta partiu, hoje, do presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, durante uma visita ao centro de saúde do Porto Novo, no quadro da sua deslocação a Santo Antão, considerando que essa infra-estrutura, já com cerca de duas décadas de funcionamento, está quase no seu limite.

"Esta estrutura está praticamente no seu limite em termos de funcionamento, o que nos leva à uma reflexão: Será que é esta a estrutura de saúde que Porto Novo comporta para o futuro? É preciso fazer esta reflexão", notou Jorge Santos, dando a entender que este município já precisa de um hospital.

O presidente do parlamento lembrou que, há 15 anos, os santantonenses reflectiram sobre a necessidade de uma região sanitária a nível da ilha e "hoje temos que reflectir sobre as estruturas de saúde" para a ilha, designadamente sobre o centro de saúde do Porto Novo.

Jorge Santos disse que Porto Novo está a crescer, dispõe de espaço de crescimento, terá o aeroporto, sendo, por isso necessário, "pensar sobre o futuro desta urbe, sobre a necessidade de uma estrutura de saúde com outro nível".

É preciso saber se vale a pena investir no que já existe (no centro de saúde actual) ou pensar numa nova estrutura, como têm defendido os porto-novenses, adiantou o presidente da Assembleia Nacional.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.