Depois de quatro meses, Fidel de Pina volta ao Sal onde, durante estes dias de trabalho, terá reuniões com representantes do Sindicato dos Transportes, Comunicações e Administração Pública (SINTCAP) e do Sindicato da Indústria, Comércio e Turismo (SICOTUR), para se inteirar dos desafios existentes, com destaque para problemática da falta de emprego e da precariedade laboral na ilha.

Da sua agenda de trabalho constam ainda algumas visitas, nomeadamente ao Clube Desportivo da Palmeira, a diversas comunidades e bairros da ilha para auscultação dos jovens salenses, bem como um encontro com a representante da Associação Valorizar Sal.

“Continuamos a ouvir a juventude cabo-verdiana e a exigir do Governo medidas de política para camada juvenil que é o extracto social do país que mais problemas enfrenta”, refere uma nota a que a Inforpress teve acesso.

Segundo a mesma fonte, estas visitas apresentam-se de grande utilidade para a JPAI, na recolha de contribuições que servirão para enriquecer as propostas e os contributos para o sector da juventude, que se pretende partilhar no congresso do partido que terá lugar no final deste mês.

Na sua última visita ao Sal, em Outubro de 2019, Fidel de Pina acautelava para a necessidade de um desenvolvimento económico, real, na ilha, porque, conforme referira, o crescimento turístico “não tem tido um impacto social positivo”, a situação social é “preocupante” e a habitacional “dramática”.

Na mesma altura, o líder da Juventude do PAICV considerara que a maioria dos jovens salenses “está frustrada”, já que muitos não têm um emprego, e mal conseguem ter as condições mínimas para viver de uma forma condigna.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.