O Comité Central do MPLA de Angola suspendeu ontem a deputada Tchizé dos Santos, filha do ex-presidente da República José Eduardo dos Santos, no âmbito de um processo disciplinar instaurado esta sexta-feira.

Manuel Domingos, membro do comité central, justifica a decisão pelo facto da deputada Welwitschia dos Santos estar a ter um comportamento que compromete o bom funcionamento das estruturas partidárias.

Em reação a filha do ex-Presidente José Eduardo dos Santos, e  também,  deputada do MPLA na Assembleia Nacional, Welwitschia dos Santos “Tchizé” critica a decisão do órgão deliberativo, o comité central do partido no poder.

Quem é ditador, José Eduardo dos Santos ou João Lourenço ?

Tchizé dos Santos denuncia um golpe baixo para afastá-la do congresso porque os dirigentes “têm medo” que ela impugne ou fale verdade sobre uma alegada e grosseira violação dos estatutos do Partido.

“Estão com medo, que vou ao Congresso, por que sabem que eu sou, talvez, a única militante com coragem para ir ao congresso e pôr em causa e impugnar isso que está a ser proposto e estão a fazer um golpe baixo para eu não ir ao congresso”, reagiu Tchizé dos Santos num áudio enviado a jornalistas.

Na mensagem sonora que circula nas redes sociais, postada primeiro no aplicativo WhatsApp, logo a seguir à sua suspensão, Tchizé dos Santos, faz duras críticas ao Comité central e a bajuladores, comparando o poder do pai, José Eduardo dos Santos e o poder de João Lourenço.

Para a deputada, exilada em Londres, a decisão só a “torna a política mais influente do país, a seguir ao Presidente da República” João Lourenço e passa ao ataque perguntando:

“(…) Quando o secretário-geral, Lukoki, Marcolino Moco, Irene Neto, Mendes de Carvalho e Pepetela, criticaram a liderança de José Eduardo dos Santos, não foram suspensos nem tiveram processos disciplinares, quem é ditador afinal, José Eduardo dos Santos ou o camarada João Lourenço?

“Qual dos dois o mais tolerante e qual dos dois o  mais ditador?”

Por seu lado no seio do Comité central do MPLA, há vozes como Manuel Domingos que denunciam o comportamento de Tchizé nestes termos:

“Realmente o comportamento da nossa colega prejudica o funcionamento da própria estrutura (…) pelo que devem ser tomadas medidas de suspensão da camarada Tchizé, que tem estado a fazer pronunciamentos contra o partido e o Presidente da República”.


Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.