A primeira-dama de Cabo Verde, Lígia Fonseca, enalteceu hoje o “papel e o desempenho positivo” que a Associação Cabo-verdiana para a Protecção da Família (Verdefam) tem tido no país.

Em declaração à Inforpress, no final de uma visita a Verdefam, na Cidade da Praia, para se inteirar do seu funcionamento, Lígia Fonseca sublinhou que esta associação tem tido um papel fundamental na prevenção das doenças, designadamente as sexualmente transmissíveis.

Além das doenças sexualmente transmissíveis, a Verdefam, segundo a primeira-dama, tem ajudado as comunidades no combate ao alcoolismo, sensibilizando os jovens a evitarem o uso abusivo do álcool.

“Isto é fundamental tendo em conta que temos alguns dados preocupantes relacionados com o alcoolismo na camada juvenil. É a esse nível que temos que fazer um grande trabalho”, defendeu Lígia Fonseca.

A Verdefam tem despertado também a consciência dos homens e mulheres para a necessidade de cuidarem da sua saúde, de procurarem as unidades de saúde, fazerem os testes, procurar preservar a sua saúde.

“Esta associação tem feito um trabalho grande e muito importante nesta área da saúde”, sublinhou a primeira-dama no final da visita.

Conhecendo as necessidades da Verdefam, Lígia Fonseca prometeu tudo fazer para ajudar esta e outras associações na mobilização de recursos para responder as solicitações das populações.

Prometeu também ajudar a associação na divulgação das suas actividades e mensagens, tornando-a mais visível na sociedade porque “é essencial que Cabo Verde seja um país mais saudável e feliz”.

A VerdeFam é uma organização não-governamental (ONG), criada em 1995, por mulheres e homens activistas de desenvolvimento com sensibilidade para as questões da família, movidos pela necessidade de defender e promover o direito à saúde, nomeadamente à Saúde Sexual e Reprodutiva.

Inforpress