Informações fornecidas por fontes policiais dão conta que há suspeitas de que o assalto tenha sido orquestrado por uma mulher que estava a substituir a empregada doméstica da residência assaltada e o namorado desta, um dos militares.

Os assaltantes, que se vestiram de preto para efectuar o assalto, são, segundo as mesmas fontes, moradores dos bairros de Casa Lata, Tira Chapéu e Várzea.

“Três dos detidos foram executar o assalto, enquanto o quarto, o namorado da mulher suspeita, ficou na rectaguarda a controlar a missão”, contou um policial envolvido na operação.

A quadrilha, armada e encapuzada, amarrou os moradores da casa, tendo chegado a subtrair 6.300 euros e cerca de 1.200 contos, além de outros pertences, nomeadamente ouro.

Mas a “missão” falhou, uma vez que os vizinhos do prédio deram conta do que se passava e accionaram a Polícia Nacional que agiu de imediato, apanhando os indivíduos em flagrante.

Os mesmo deverão ser presentes ainda esta quarta-feira ao juiz.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.