“A sua nomeação como nova Conselheira do Secretário-geral das Nações Unidas para a África trouxe-nos júbilo e orgulho, nestas nossas ilhas, seja pela sua competência, seja pelo seu percurso profissional alcançado até aqui enquanto mulher cabo-verdiana e personalidade que tão bem tem sabido abraçar os vários desafios que lhe têm surgido pela frente”, disse o Chefe de Estado, numa carta enviada à Cristina Duarte.

Jorge Carlos Fonseca desejou ainda à Cristina Duarte “os maiores sucessos” no desempenho das novas funções no seio das Nações Unidas.

Segundo informação das Nações Unidas, Cristina Duarte tem experiência profissional em políticas públicas e gestão de projectos para o desenvolvimento.

Cristina Duarte chefiou as pastas das Finanças e Planeamento e actualmente era membro da Comissão de Especialistas da ONU sobre Administração Pública no Conselho Director para Assuntos Económicos e Sociais, dirigido pelo Presidente do Ruanda, Paul Kagame.

Cristina Duarte ocupou cargos no Governo de Cabo Verde de 2006 a 2016.

Antes de participar na vida política, dirigiu um projecto do Banco Mundial para o sector privado e foi directora de planeamento e estudos do Ministério da Agricultura cabo-verdiano.

A indigitada assessora de Guterres trabalhou no Quénia como gestora de relações institucionais e financeiras do Citibank, chegando a vice-presidente da instituição neste país africano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.