O comissário Mustapha Dandaura disse, na quarta-feira, em Port Harcourt, capital do estado de Lagos, que o armazém onde se encontravam os bebés e as adolescentes foi descoberto durante uma operação em que se investigavam atividades ilícitas no centro da cidade.

A mesma fonte declarou ainda que a unidade da polícia ‘Eagle Crack’ entrou no armazém na terça-feira e os bebés encontravam-se frágeis e desnutridos.

As crianças estão, de momento, a receber tratamentos num centro médico.

A polícia já se encontra a investigar quem são os autores destes crimes, segundo o comissário.

“Os homens da unidade ‘Eagle Crack’, numa operação secreta, por volta das 15:00 [14:00 em Lisboa], invadiram um armazém em Woji, na cidade de Port Harcourt, e encontraram 24 bebés entre 01 e 02 anos e quatro adolescentes grávidas”, anunciou o comissário, citado pela imprensa nacional.

A identidade e origem dos bebés permanece, ainda, desconhecida, segundo as autoridades.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.