Segundo a organização não-governamental (ONG) Observatório Sírio dos Direitos Humanos, ataques aéreos da aviação sírio e russa e também combates no norte da província de Hama provocaram a morte de 26 combatentes do regime e de nove combatentes dos grupos rebeldes.

Na sexta-feira, o Observatório tinha já anunciado que na véspera pelo menos 28 pessoas, sete delas civis, haviam sido mortas em bombardeamentos do regime sírio e do aliado russo no noroeste da Síria.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.