Arlindo do Rosário fez esta intervenção à imprensa, à margem da formação de capacitação online que decorreu de 10 a 19 de Agosto a todos os agentes sanitários do país, promovida pelo Instituto Nacional de Saúde Pública.

Na ocasião, o governante disse que no contexto da pandemia, o papel dos agentes sanitários torna-se fundamental no combate dentro das comunidades, mas, realçou, além disso há outras doenças que podem pôr em causa a saúde pública, por isso, "requer muita atenção".

“Há vários determinantes da saúde, nomeadamente a violência, violência baseada no género, o uso abusivo do álcool e outras substâncias. (…) Tudo acaba por contribuir para a saúde”, apontou.

Segundo avançou, o agente sanitário deve estar bem capacitado para ser promotor da saúde, ter uma visão ampla e conhecer bem esses fenómenos dentro das comunidades.

“O papel dos agentes sanitários é fundamental e nós valorizamos isso", disse, ressaltando que são pessoas que têm conhecimento na área de saúde, da promoção da saúde, tem uma ligação forte e conhecem o dia-a-dia da comunidade.

Por sua vez, a presidente do Instituto Nacional de Saúde, Maria da Luz Mendonça, frisou que nesta época de crise, com a covid-19, sentiu-se a necessidade de uma pessoa que tenha conhecimento e que possa ajudar na sensibilização, promoção e implementação das medidas preventivas a nível das localidades.

“Achamos muito oportuno fazer a capacitação num momento crucial e nós acreditamos que com essa capacitação vão sair muito mais fortes”, assumiu, sublinhando ser um esforço no tudo o que for possível fazer, para o bem da saúde.

Em Cabo Verde, os agentes sanitários de saúde são profissionais, cujas atribuições são fundamentais no Sistema Nacional de Saúde, principalmente nos cuidados de proximidade com as comunidades.

HR/JMV

SaúdeInforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.