A formação, a ser ministrada em todos os concelhos do país, insere-se no âmbito da actualização dos novos materiais curriculares, programas e cadernos experimentais do ensino básico e contempla todos os docentes de Línguas Francesa e Inglesa, Físico-Química, Ciências Integradas e Língua Portuguesa do 1º ano.

Em nota de imprensa, o ministério lembra que o novo sistema educativo assume a implementação do ensino obrigatório até o 8º ano de escolaridade e a sua efectiva gratuitidade como uma das principais medidas de política para o aumento da permanência dos alunos no sistema educativo.

O novo sistema inclui também a revisão curricular profunda que permita garantir uma educação de qualidade para todos.

“A nova matriz curricular do Ensino Básico Obrigatório está a ser implementada de forma progressiva com a revisão dos materiais didáticos e pedagógicos (programas curriculares, planos de estudos, manuais, guias, para professores e cadernos de exercício), que apresentam nova proposta pedagógica onde o aluno passa a ser o centro de ensino e aprendizagem”, avança a mesma fonte.

Os principais aspectos da reforma curricular incluem a introdução de línguas estrangeiras, (inglês e francês), o reforço do ensino do português enquanto língua segunda, bem como o reforço do ensino das ciências, da matemática e a introdução das tecnologias de informação e comunicação (TIC) nas escolas.

Para o Ministério da Educação, a priorização dessas áreas “será fundamental” para a melhoria da qualidade geral da educação básica.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.