A Delegação do MDR na ilha do Maio está a dar combate aos primeiros focos de gafanhotos que apareceram na ilha, disse hoje à Inforpress o delegado José Ramalho.

Em conversa com a Inforpress, José Ramalho assegurou que duas equipas estão já no terreno a dar combate aos primeiros focos de gafanhotos que apareceram nas proximidades das localidades de Morro e Calheta há quase duas semanas.

“Agora estamos na fase de decréscimo do combate, porque conseguimos combate-los logo no pico do aparecimento”, fez saber.

De acordo com aquele responsável, nesta ocasião o aparecimento de focos de gafanhotos é algo normal, pelo que a Delegação estava preparada para dar combate aos possíveis casos de aparecimento, e para reforçar o stock receberam recentemente mais um carregamento de remédios vindo da Cidade da Praia, o que na sua opinião vai permiti-los garantir a campanha agrícola com segurança neste particular.

Segundo informou, um pequeno foco também foi detectado na zona norte, mas já foi dado combate, pelo que “a situação já está controlada”.

José Ramalho adiantou ainda que, em relação à pluviosidade, a ilha recebeu nos últimos dias uma “boa quantidade” de água, o que veio permitir a garantia em termos de pastos para os animais, no entanto disse que é preciso mais chuva para que o cultivo de milho e feijão fique garantido.

Em relação à água para agricultura, aquele responsável disse que até o momento a retenção nos diques tem sido “muito satisfatória”, exceptuando nos diques da ribeira de sololó, embora tenha chovido com alguma intensidade.

Inforpress