Luís Filipe Tavares falava à margem da cerimónia de posse do novo embaixador de Cabo Verde em Itália, Jorge Figueiredo Gonçalves, que hoje decorreu na cidade da Praia.

O ministro não adiantou uma data para a visita de João Lourenço ao arquipélago, por a mesma estar a ser trabalhada “por via diplomática”.

O Presidente da República angolano tinha sido convidado a visitar Cabo Verde aquando da visita do primeiro-ministro cabo-verdiano a Angola.

Por seu lado, Luís Filipe Tavares já transmitiu “várias vezes” ao chefe de Estado angolano o gosto que Cabo Verde terá em recebê-lo.

“Será muito bem-vindo a Cabo Verde. É um grande amigo de Cabo Verde”, adiantou.

Na cerimónia de empossamento de Jorge Figueiredo Gonçalves, o ministro agradeceu à diplomacia cabo-verdiana a quem o país “deve muito daquilo que é hoje”.

Jorge Figueiredo Gonçalves é natural de Ribeira Brava, São Nicolau, e diplomata desde 1988.

Exerceu funções nos serviços centrais do ex-Ministério das Relações Exteriores, entre os quais o de diretor-geral dos Assuntos Consulares e Imigração e, entre outras funções, foi número dois e encarregado de Negócios em embaixadas de Cabo Verde, nomeadamente em Paris, Dakar, Bissau e Lisboa.

Em Itália vivem mais de 50 mil cabo-verdianos.