Segundo uma nota informativa da JPD, a iniciativa reúne jovens, académicos, quadros da sociedade civil, da JPD e do MPD em fóruns de carácter pedagógicas e formativas, a decorrer em vários pontos do país, visando promover a difusão dos valores da Liberdade, da Democracia, da Tolerância, Direitos Humanos e o bem comum.

De acordo com a mesma fonte, o evento será um centro de partilha de conhecimentos e experiências mediante a uma panóplia de temas diversificados sobre o processo da construção dos valores acima elencados, em Cabo Verde, com ênfase nas transformações políticas, económicas e sociais.

A nota refere que o fórum conta com a colaboração de especialistas experimentados nas suas áreas de saber, mostrando assim uma abertura à sociedade civil, mais concretamente aos jovens, de modo a possibilitar um debate enriquecedor no plano sociopolítico, económico e histórico-cultural.

“O Fórum da Liberdade não se trata duma mera formação e encontro de jovens. A sua realização estará associada a datas históricas nacionais, com foco nas efemérides da II República e contará com a presença de ilustres figuras do MPD, bem como de personalidades de outros quadrantes político-partidários e a sociedade civil”, lê-se na nota.

A abertura do evento será presidida pelo presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, no dia 16 de Novembro, na Assembleia Nacional.

Inforpress/Fim.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.